Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Layout da exposição “Identidades: Âncoras de Passagem”

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Identidades: Circunstâncias Transversais

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Patrícia Guerra: Combinações Genéticas Raras

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Patrícia Guerra: Biografia

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Nelson Santos: Terra Feita De Céu

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Nelson Santos: Biografia

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Madalena Metelo: Íntima – Eu e Tu

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Madalena Metelo: Biografia

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Glória Mendes: Os Cestos Do Piquenique

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Glória Mendes: O Lugar Onde Estiveram Os Teus Seios

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Glória Mendes: Biografia

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Alexandra Pinho: Narrativas

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Alexandra Pinho: Circuitos

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Alexandra Pinho: Biografia

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

IDENTIDADES: Circunstâncias Transversais

Esta exposição integra o projecto de Doutoramento da Escultora e Curadora Marzia Bruno. A comissária convidou artistas como Alexandra Pinho, Glória Mendes, Nelson Santos, Patrícia Guerra e eu própria, Madalena Metelo. É um privilégio fazer parte deste projecto, lado a lado com talentos extraordinários.

Escultura e instalação num espaço desafiante e carismático. A antiga Fábrica de Cerâmica Jerónymo Pereira Campos & Filhos alberga hoje o Centro de Congressos de Aveiro e o espaço Olá Ria – restaurante e bar. Foi este último que a Curadora escolheu para a exposição colectiva.

Mesmo a tempo de partir para o continente africano, onde o seu Doutoramento continuará a tomar forma, nesta exposição Marzia Bruno apresenta a distinção do seu trabalho, que tem recebido honras académicas por onde tem passado.

A ti agradeço, Marzia, pelo voto de confiança e pela honra de presenciar e partilhar este teu caminho belíssimo.

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Foi lançado o cartaz oficial da exposição temporária “Identidades: Circunstâncias Transversais”

Categories
Identidades: Circunstâncias Transversais

Centro Cultural e de Congresso de Aveiro acolhe a exposição “Identidades: Circunstâncias Transversais”

A artista plástica italiana Marzia Bruno, bolseira de investigadora da FCT na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, inaugura no dia 29 de Junho, no espaço comercial “Olá Ria” do Centro Cultural e de Congresso de Aveiro, a exposição colectiva de arte contemporânea “Identidades: Circunstâncias Transversais”.

A mostra, aberta ao público até ao dia 31 de Agosto 2013, integra obras de pintura e escultura de seis artistas nacionais, Alexandra Pinho, Glória Mendes, Madalena Metelo, Nelson Santos e Patrícia Guerra. Marzia Bruno sublinhou que o projecto “pretende analisar e concretizar três exposições itinerantes, delineando a interacção da arte em espaços não através de uma itinerância material da arte mas através da itinerância de um conceito expositivo, criando uma identidade conceptual que tenha o condão de metamorfosear-se na diversidade da linguagem artística”

“Introduz-se uma componente singular, uma nova abordagem ao conceito do curador face à itinerância, fazendo viajar não as obras mas uma ideia que se adapta aos espaços, histórias e cidadãos, tendo em conta a conservação da integridade da arte, rentabilizando recursos, difusão, partilha e comunicação através da translação de um conceito”, salientou.

Três exposições, três cidades e 2 países lusófonos

Segundo a curadora desta exposição, esta é a primeira de três casos de estudo que “começa num espaço de comércio e de consumo em Aveiro, passa pelo o silêncio e a história mista, a história e mitologia em Cabo Verde e termina no cubo branco imaculado e sagrado, um Museu na Cidade do Porto”. Acrescenta ainda que o trabalho pretende “reunir experiências, analisá-las nas suas variegadas divergências e aproximações e, em cada intervenção, será focal a sua distinta identificação no que compete às obras, textos de sala e recolha de impressões das experiências dos visitantes e dos artistas intervenientes.”

As intervenções estarão acessíveis numa plataforma digital online, de forma a tirar partido das potencialidades da tecnologia como recurso educativo. O espaço virtual será sempre activo e actualizado, constituindo-se como a âncora comunicacional entre os restantes projectos a executar ao longo do percurso prático.